domingo, 28 de fevereiro de 2010

Ça chauffe

Se ainda ontem se saía de casa de casacão de penas, hoje estão uns belos 25º. Nesta terra, até o tempo é marado: cada vez mais me apercebo que há apenas 2 estações (Verão e Inverno), e de extremos. Pelo meio, e a para transição, há uns (poucos) dias amenos como os de hoje.

Com a temperatura a subir, implica também o regresso em força das melgas mutantes de Constantine, que nem mesmo em dias de neve deixavam de aparecer...

E por Portugal, como vai esse tempo??? :)))

sábado, 27 de fevereiro de 2010

Bater no fundo...

...é andar a estas horas à procura de CD's de karaoke para o festão de amanhã :D

Os volumes pimba já cá cantam ;)

Over the Rainbow X 2

 

  
 

Seguindo teorias orientais, em que nem todo o mal é 100% mau, de vez em quando lá aparecem algumas coisas boas nestas paragens do mundo, deixo-vos umas fotos de um arco-íris duplo, coisa que não me lembro pelas bandas lusas. Mais uma vez, tinha ficado bem melhor se aqui o artista soubesse tirar fotos...

I speak Engrish very nice

Não sendo propriamente um post de gabarolice, mas sempre tive muita facilidade em falar outras línguas. Sempre estive muito à vontade com o Inglês, e bem com o Francês. Espanhol e italiano, dava para o desenrasque e manter uma conversa de elevador em condições.

Desde que vim para a Argélia, o Francês aniquilou por completo o Inglês. Agora, faltam-me as palavras e pareço um japonês :)

Ontem houve um jantar de confraternização com umas visitas estrangeiras; entre tugas e os zucas do costume, juntaram-se suiços, dinamarqueses, italianos, holandeses, indianos e bengalis, ouviu-se do pior Inglês dos últimos tempos. Claro que também não deixei os meus créditos por mãos alheias, e pelo meio lá metia umas em francês...

Felizmente parece que não é um mal exclusivamente meu, e há mais queixas de quem perdeu todo o reportório bretão...

Para quem quiser ficar a conhecer algumas das melhores traduções Japonês-Inglês, deixo-vos mais um site maravilhoso.

sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010

Manhã negra

Como já disse em vários post's, uma das coisas mais perigosas que se pode fazer na Argélia, é andar de carro. Se juntarmos, más estradas, carros péssimos, gente sem educação e bom-senso e uma Polícia que só multa quem não para nos STOP's, temos tudo para vermos a Argélia no Top 10 Mundial de índices de sinistralidade rodoviária, e em 1º lugar no mundo árabe. Com esta última classificação, eles são parecem ser particularmente orgulhosos.

Nós, estrangeiros ainda tentamos ensinar alguma coisa sobre condução mais defensiva, civismo e afins, mas eles acham que estão bem, a morrer às dezenas todas as semanas. Numa das páginas de noticias de cá que costumo ver, normalmente ao Domingo, fazem o balanço semanal dos mortos na estrada, com a contabilização de quantos morreram em cada Wilaya (equivalente aos nossos distritos).

Que eles queiram todos ir ter com o criador antes da hora, por mim pouco me diz, mas custa sempre quando há gente inocente pelo meio.

Numa destas manhãs quando íamos para o trabalho, ao nosso lado ia um mini-autocarro (daqueles de 20 e tal lugares), que nos chamou à atenção por levar apenas mulheres e crianças. Muitas bebés de colo. Mais à frente, antes de uma rotunda que costuma ser complicada de entrar, dá-se todos os dias de manhã, o milagre da "multiplicação das faixas de rodagem". Quer dizer, que de 2 faixas, estes animais conseguem fazer 4 ou 5, consoante há camiões ou não. Pois o mentecapto do condutor do autocarro, decidiu ir pela faixa mais à direita, e conseguiu capotar o autocarro num talude de 7 ou 8 metros. O brilhante motorista, e "irmão" de todos os passageiros, conseguiu ser o primeiro a sair do autocarro... Assim que saiu, descalçou-se, virou-se para Meca e começou a rezar...Quem estava dentro do autocarro que espere, ele tem de agradecer ao Alá por se ter safo.

Sempre que há um acidente, dá-se o fenómeno dos peritos avaliadores e orçamentistas de ocasião (nisto são ainda piores que nós), e toda a gente sai do carro para dar o bitaite e o orçamento. Para ajudar e deixar passar as ambulâncias, "tá quieto".

Felizmente não morreu ninguém, "apenas" 18 feridos.

Parece que o Alá também consegue escrever a direito, pelas linhas tortas...

Estado de sítio

Quando comecei a ser sondado para vir para a Argélia, acabei por ir para ao Portal das Comunidades Portuguesas, onde tinha algumas informações/conselhos aos viajantes. Nesse site fala-se de um estado de emergência, por causa da situação de segurança no país, por causa do terrorismo. Para além de uma presença policial e militar muito visível, nunca dei por nenhuma situação anormal. Se cá há terroristas, não nunca vi nenhum (isto se não considerar que quem conduz é terrorista, claro).

Por causa deste "estado de emergência", há muitas restrições: GPS é arma de guerra e obriga a 7000 autorizações, walkie-talkies idem aspas, e as botijas de oxigénio/acetileno que tanto se usa nas obras, são alvo de um controlo apertadíssimo. Por onde passa o presidente, já se sabe que nesse dia não também comunicações para ninguém.

Hoje é feriado na Argélia, e (penso que) nos demais países árabes. Celebra-se o nascimento do profeta Maomé (ou Mohammed, como queiram).

Adivinhem lá como eles comemoram isto??? Com bombas! Não bombas a sério, mas todo o tipo de coisas com pólvora que fazem barulho(estalinhos, bombas chinesas, foguetes e petardos), como se usava no Carnaval em Portugal, antes de acharmos que era perigoso. Tem a sua piada, tanta coisa que é "arma de guerra", mas depois vendem-se coisas, que foram mesmo pensadas para serem explodidas, à vontade... Ainda mais porreiro, num sítio onde não há Carnaval...

Ninguém ainda pensou que podem matar o presidente de susto, sem querer. Afinal de contas o homem já está meio para o velho e tem um ar de doente.

Ah! E está-se neste estado de sítio, vai para uma semana

terça-feira, 23 de fevereiro de 2010

Aniversariando

O dia de anos está para chegar; mais uma vez, fora de casa.

Andava com alguns planos, pois para este fim de semana, andava o boato que havia feriado na 5ª feira, o que queria dizer 3 dias de descanso.

Assim sendo, as opções eram:

 1 - Ir para a Tunísia: não que seja muito melhor que a Argélia, pelo menos sempre se pode beber uma cervejinha numa esplanada e andar mais à vontade. Sendo época baixa, os preços eram mais em conta, mas também a animação também deve andar por baixo...

2 - Deserto: um colega nosso descobriu um sítio na Argélia, onde há uma especie de estância de ski nas dunas do deserto. Achou tanta piada a um sítio destes, que se esqueceu do nome, e agora não encontra o site onde viu... Nas agências de viagens aqui da cidade, ninguém conhece tal sítio... Mais um mito urbano argelino???

3 - Ficar por casa, encomendar um bolo de anos muito bom, mas com erros ortográficos como no ano passado, beber muita cerveja e ouvir Quim Barreiros até às quinhentas, para no dia seguinte ir trabalhar todo rebentado...

Como aqui se vive em democracia, as festas de anos são decididas por votação. Parece que vamos mesmo ficar por casa, mas paira no ar a ideia de fazer a festa só lá para o fim da outra semana, para aproveitar um dia em que não se trabalhe...

KISS

Keep It Simple and Stupid!

É a melhor linha guia que se pode seguir, para quem quer ter uma vida mais ou menos tranquila em África.

A bem dizer, no nosso Português, é o mesmo que dizer para não inventar muito e manter as coisas o mais simples possível, à prova de tudo.

Nestes dias, tivemos por cá uns técnicos espanhóis, que vieram fazer a entrega de uns equipamentos para a obra, mas propriamente bombas estacionárias para betão, que servem para...bombear betão, ou como uma bela tradução de um colega, "bombardement de béton"(ainda foi corrigido a tempo, não pensassem aqui os mouros que íamos invadi-los, submergindo-os em betão).

Assim que chegaram, achei que era muita tecnologia para este país...e não me enganei. Mesmo para mim é assim um bocado para o complexo. Muito parâmetro para definir e botão sensível para pressionar. Felizmente tem um modo Auto ( o mesmo que eu uso na máquina fotográfica). Não que seja nenhum expert, mas gosto muito de todo o tipo de máquinas das obras; sou uma espécie de Bob Construtor, mas de capacete branco. Parece que já arranjei leitura de cabeceira: o manual de operador! Se por um lado se treina o Francês mais técnico, e há sempre um pormenor que se aprende, que numa "birra" da máquina, este conhecimento pode-lhe poupar uma martelada, ou um arame ;)

Nas conversas com os técnicos, no meu fenomenal portinhol mal-falado, abordei-o em relação ao tratamento que os equipamentos levavam por cá, a resposta foi clara: "És África!"

sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010

I believe I can fly

Se todo o ar que tenho dentro de mim, fosse hélio, acho que hoje precisava de lastro para não voar...Maldita comida argelina...



(Começam hoje os silly-days por cá, ou seja, fim de semana e nada que fazer)

quarta-feira, 17 de fevereiro de 2010

Livro dos Porquês

Por que raio os vendedores agora são comerciais?

Para mim comercial é um carro de 2 lugares e com uma rede a meio, ou um anúncio de televisão em brasileiro:D

2047 gr

À data de hoje, é o peso do crianço; pode parecer pouco, mas a irmã nasceu com 1700 gr. e por cá anda cheia de saúde, embora acho que ficou por acabar a parte do juízo :)

De resto, e fora o vernáculo médico que não entendo, aparenta estar tudo ok ;)

terça-feira, 16 de fevereiro de 2010

Em mudanças

Parece que o nosso novo escritório fica pronto hoje. Isto implica andar de novo com a casa às costas...Felizmente, na minha área aqui na Argélia, produz-se pouca documentação, por isso penso que em 2 viagens vai tudo. Sou um tipo prático...

Depois de uma bela birra, lá acederam a dar-me um gabinete com WC; era uma das condições impostas, porque me recuso a partilhar uma sanita com estes tipos. Um dia faço um post merd0s0 sobre isto, e logo verão as minhas razões.

A novidade é que vou ficar como uma espécie de "chefe" (aqui são todos chefes...) da parte da QSA desta obra. Depois de uma esperada e bem-vinda despromoção, deixei de andar a fazer meios-trabalhos pela Argélia fora, e fico dedicado a esta obra, que neste momento é só o projecto mais complexo de todo o grupo ;) A grande vantagem de poder ficar fixo numa só obra, é que certamente se vai ver alguma coisa do meu trabalho ;)

Voltando às mudanças, vou ter no meu gabinete a uma engenheira do ambiente argelina, que usa o mesmo um fundo de écran da Barbie, semelhante ao do computador que a minha filha destrói... Acho que diz tudo da maturidade da personagem. O Chefe-Maior diz que é minha missão fazer dela uma engenheira a sério...

Para a área da Qualidade, há-de vir alguém; pelo andar da carruagem desconfio que é um dos meus amigos imaginários...

E pronto, vou arrumar a tralha e pisgar-me.

Fuiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii!

segunda-feira, 15 de fevereiro de 2010

Às aranhas...

Como já começa a ser normal, quando tenho pouco que fazer acabo por fazer asneira... Se da outra vez apaguei os contactos todos do outlook e do telemóvel, hoje fiz mais uma. Se bem que não se pode bem considerar uma asneira: instalei o office 2007.

É todo mais bonitinho, mas estou com um ligeiro problema: não sei onde andam as funções que uso... Ok de certeza que isto lá vai com o tempo, mas sempre foram uma data de anos com o 2003. Nestas coisas de informática, não sou grande "geek", e até costumo andar com uns anos valentes de atraso em relação às últimas modas: em todos os meus pc's ainda se usa o Windows XP, e o office 2003 era usado até hoje de manhã. Não que seja averso a mudanças, mas apenas por preguiça mental ;)

Logo hoje que decidi criar meia-dúzia de impressos...

SugarDaddy

 

Hoje o meu "alias" no msn, é esta beldade: Sugardaddy, o Rei da Crica da Ilha Formosa!

Pode-se achar uma presunção o título que ostenta, mas efectivamente este senhor é um quebra-corações. Uma espécie de Zézé Camarinha do oriente! Nota-se que pelo aprumo, é alguém realmente tem precupações com a sua imagem.

Pais e maridos: fechem as filhas/esposas em casa, e desliguem o cabo da internet, pois este Dom Juan anda à solta ;)



"To do list": Arranjar algo de jeito para fazer urgentemente, sob o risco de perder o resto da sanidade mental que me sobra...

domingo, 14 de fevereiro de 2010

Separados à nascença

Sou eu que imagino coisas, ou digam-me lá se estes dois caramelos não são gémeos que foram separados à nascença:

 

 

Sempre achei que havia ali um ar de vodka no puto que anda nos ídolos...

Dia dos namorados - Versão Moura

Mais uma vez, chega o dia dos namorados, e lá ando eu fora de casa; mesmo que lá estivesse não ia haver grandes romantismos, pois a Madame tem que descansar e ficar bem quieta.

De manhã, perguntei ao pessoal aqui do escritório se por cá também existe esta tradição e responderam claro que sim. Então perguntei se hoje iam sair com as mulheres/namoradas e comprar umas flores, ou iam fazer como nos dias normais e saiam para beber um chá com os amigos... Pelo amuanço de 2 deles, deu bem para perceber quem vai às flores e quem vai ao cházinho...

Masterpieces

Sempre que venho de Portugal, trago na bagagem uma obra-prima feita pela minha filha; faz parte da decoração do meu escritório.



Desta vez, a pequena fez um belo desenho da mãe grávida; gosto da paisagem rústica em que a Madame foi enquadrada, e sobretudo dos pormenores das madeixas no cabelo e dos raios que lhe saem das mãos. Como a criança é dada ao detalhe, não esqueceu o "manito" dentro da barriga. Azul, claro, pois é um rapaz!!!

Este desenho foi feito pela minha filha, que tem 4 anos, mas podia perfeitamente ter sido eu a fazer, pois sou um asno a desenhar e a pintar :) Devo ser das poucas pessoas, que tem um curso superior preso por cadeiras tão "difíceis" como Desenho Técnico...

sábado, 13 de fevereiro de 2010

Barbie Espece de Conasse

Comecemos pela análise das palavras:

Barbie: boneca mundialmente famosa que não precisa de apresentações;
Espece: espécie, é como em portugues;
Conasse: grossièrement femme stupide, idiote. Em suma, uma mulher não muito inteligente.

O vídeo que deixo a seguir, foi feito por uns tipos que são a Contra-Informação lá da terra dos croissants, e que passou na TV em horários nobres. Curiosamente não o consegui encontrar no youtube, onde supostamente há tudo;) A censura e a malta dos bons costumes e morais já lá deve ter passado...

O vídeo é uma sátira à triste vida das mulheres muçulmanas, como já dizia o nosso aspirante a Papa "casar com um muçulmano é ter problemas o ano inteiro". Está em franciú, mas é perfeitamente acessível mesmo a quem não o perceba; digamos que é muito expressivo ;)



Carnaval

Como seria óbvio de esperar, por cá não há Carnaval, nem nada que se assemelhe.

Não que tenha muitas saudades de música brasileira (por cá o Carnaval e a música do Charlie Brown duram o ano inteiro), nem nenhum fétiche de me vestir de mulher ou de Arlequim, mas de vez em quando sabia bem ter alguma coisa de jeito para fazer a um sábado à noite...

Por aqui, sair à noite, implica ir às put@s, que é coisa que não é muito a minha praia. Mas tirando estes bataclans, não há rigorosamente nada para se fazer. Solução: ficar por casa, a vegetar à frente da tv ou do pc. De qualquer das maneiras, amanhã também é dia de "pegar bois", por isso nada de noitadas.

É uma das queixas mais transversais a todo o pessoal daqui: a falta de vida social. Casa-trabalho-casa é a rotina...

Genius at work

E não, não estou a falar de mim :)

Falo disto:


Paulo Furtado aka Legendary Tiger Man: um tipo genial que toca tudo a valer e que vai estar hoje na minha terra, e eu aqui desterrado no fim do mundo... E sim, é tuga ;)

sexta-feira, 12 de fevereiro de 2010

Mundo ao contrário

Estes últimos dias em Portugal foram atípicos; o normal é chegar, e ser tratado como um rajá :)

Desta vez, tramei-me e calhou-me tudo ao contrário: nada das comidinhas que gosto, e outros mimos; desta vez calhou-me a parte do trabalho, e à Madame a parte do descanso.

Voltei ao tempo em que tinha que cozinhar para mim, e descobri a melhor invenção para solteiros, logo a seguir às salsichas: o Wok! Aquela frigideira chinesa, para onde se pode deitar tudo, mexer, e ter a certeza que vai sair alguma coisa comestível :)

O cozinhar nem me preocupa muito, afinal de contas, já fui um empresário de sucesso na área da restauração, mais propriamente "roullotes de cachorros", mas a parte de arrumar a cozinha é um pesadelo de logística para mim: as coisas lá por casa, das duas uma: ou andam sempre a mudar de prateleira (e não estou a ver a Madame com tanta maldade), ou a lógica de arrumações tem muitas diferenças de homem para mulher.

Foi também a primeira vez, que não saí de casa "Bonga-Style" (lágrima no canto do olho depois de despedir da pequena); não sei se por saber que daqui a pouco mais de um mês estou de volta para uma "férias grandes", ou outra razão qualquer...

Descobri nestes dias, que a chantagem emocional funciona, porque o puto combinou comigo que vai-se aguentar até ao fim do tempo, em troca do tal tambor e lança-chamas. Toda a comunicação foi feita via Morse: eu cutucava a barriga da Madame, e ele respondia com os pés, ou com outra parte qualquer do corpo. Pelas ecografias, o moço foi abençoado pela Natureza :D

E pronto, lá voltei à anormalidade normal da Argélia, para mais uns dias de tentar perceber o que fazer para me manter ocupado...

Só para dizer...

que já regressei àquele sítio onde o vento dá a curva, depois de uns dias na civilização.

Mais logo com novidades fresquinhas :)

domingo, 7 de fevereiro de 2010

SuperMadame

 

Bastaram meia dúzia de horas, para me aperceber que vivo com a SuperMadame; aliás, bastou ir ao Continente com a minha filha, para perceber que são precisos poderes especiais para conseguir ir e voltar, sem a perder e trazer pelo menos metade do que vai escrito na lista das compras. Se se juntar a isto uma valente barriga, o cenário fica dantesco...

quinta-feira, 4 de fevereiro de 2010

De saída...

Tá na hora de arrumar as meias e fazer a barba, (tem de ser, senão vou ter problemas por esses aeroportos fora, mas o pior acho que é mesmo entrar em casa) para amanhã me meter no avião e ir até Portugal.

Chegado a casa, vou ter uma conversa de pai-feto, e tentar explicar ao garoto que não vale a pena apressar-se, pois nem o Carnaval deste ano vai ser nada de especial (dão chuva para esses dias), e principalmente para se deixar estar lá dentro, mais uns tempitos, por que a vida cá fora custa...

Se esta conversa falhar, vou entrar pelo campo da chantagem emocional, ou seja, prometer que lhe dou 2 dos brinquedos que sempre quis ter: um tambor e um lança-chamas:D Funciona sempre!!!

Mais uma pérola argelina...

No dia a dia por cá, ouve-se muita baboseira, mas a de hoje bateu todos os recordes...da estupidez!

O nosso chefe de pessoal, argelino, encontrou a razão para os tristes acontecimentos do Haiti...

Segundo ele, o sismo foi um castigo divino ao país, por causa das suas praias de nudismo e das suas discotecas do nojo... Continuo a dizer que conheço muito pouco do Islão, mas vinganças destas aposto que não há por lá...


Mais, para quem vive em cima de uma falha sísmica, estica muito a corda...

Como fazer? O google é amigo e ensina...

 

Eu não queria ser acusa-Cristos, mas o google anda a imoralizar a Internet...

Procurem a palavra "como", que o auto-complete do google faz a sua magia :)

quarta-feira, 3 de fevereiro de 2010

Dia de mer$%

 

Depois de mais um dia conturbado de trabalho,  por motivos que me ultrapassam, ao fim da tarde falei com a Madame que ia à Dra. das senhoras, para mais uma consulta de rotina.

Nestas alturas, é muito mau ter de se perguntar "Então? Tá tudo bem?" pelo telefone. Piora quando a resposta do outro lado, não é o "Está tudo óptimo! Não te preocupes!" que se espera. Parece que o puto, à semelhança da irmã é apressado, e está com vontade de sair a tempo de ir ao Carnaval, quando o previsto é só para Abril...

Resta à Madame, ficar quietinha e sossegada, a ver se o crianço perde as pressas e se deixa lá estar no bem-bom mais um tempito; é uma sensação muito esquisita ver o nosso rebento com menos de 2 kg (1.760 kg), e durante quase um mês voltar do hospital para casa de mãos vazias :(


terça-feira, 2 de fevereiro de 2010

Como desarmar um argelino

Se há coisa que os argelinos sabem fazer bem, é serem teimosos!

De manhã, lá andava de volta deles, a tentar ensinar umas boas práticas para movimentação de cargas com grua.

Não sendo um velho das obras, já tenho alguns anos disto, e mau era se ainda não tivesse aprendido nada. A grande parte do pessoal que temos a trabalhar connosco, nunca fez nada na vida. Muito menos trabalhar em obras.

Claro que isso não os impede de acharem que são sempre os donos e senhores da razão, e pouco virados para ouvir opiniões de quem sabe ou tem mais experiência.

Então, lá andava a ensinar como prender acondicionar umas tábuas, para serem içadas pela grua, sem que seja preciso fugir delas quando estiverem suspensas; aqui o "complicado" insiste que objectos compridos devem sempre ser içados com 2 pontos de suspensão. O "argelino batido nas obras" diz que basta 1 ponto, além de ser seguro na mesma, é mais rápido.

Com a minha linguagem híbrida de Português-Francês-Árabe, não fui capaz de lhe mostrar a luz.
Solução: resolver tudo à boa maneira das obras! Uma aposta!!!

- Queres apostar que cai?
- Sim.
- Então fica apostado! No fim do dia vamos beber uma cerveja, se a peça cair pagas tu, senão pago eu!

E pronto, do nada lá se iluminou a cabeça do rapaz, e lá foi amarrar uma 2ª corrente às tábuas...

Aos poucos, acho que estou a conseguir perceber como estas cabeças funcionam ;)

Missão Impossivel II

Depois do valente fiasco de "Missão Impossivel I: Segurança na Argélia", apresentado em Setembro de 2008, as missões impossíveis voltam à Argélia.

Ontem foi dia de grandes revelações cinematográficas: "Missão Impossível II: "Ambiente na Argélia". Esta sequela promete grandes emoções, pois o herói vai a sítios nunca antes povoados pelo homem, e conta com outro herói de peso: 


Gervásio, o macaco do ecoponto!

Agora é só esperar, e ver em que desventuras estes 2 se vão meter...